Apoio ao Cliente

Telefone: 289 092 635

Carrinho de Compras

0 item 0,00 €

My Cart -

0 item
Categorias

 

Tabela de Acrónimos das Objectivas


Selecione a marca para seguir o link:
Nikon Canon Sigma Olympus Pentax Sony Minolta Tamron Tokina Samyang




AI Aperture Indexing – Indexação de abertura
Aperture Indexing é um sistema que permite que as lentes comuniquem com a câmara através de um contacto mecânico.
Assim, a lente informa ao corpo o valor de abertura. A abertura é manual, mas é realizada ao girarmos um botão no corpo da câmara, e não pelo anel de abertura que as outras lentes têm. Este sistema foi lançado pela Nikon em 1977.
 AI-S Aperture Indexing – Indexação de abertura
São basicamente as lentes AI, mas com a adição de suporte para novos recursos, como transmissão de abertura linear e modo programado para velocidade de disparo. Lançado em 1982, é uma variação das lentes AI para o encaixe F da Nikon.
 AF Auto Focus – Focagem Automática
São lentes preparadas para focagem automática, mas que não possuem o motor necessário para isso dentro delas.
O motor de autofoco deve estar no corpo da câmara. Por exemplo, se usar essa lente numa D90, D7000 ou superior, a câmara realizará a focagem automaticamente, ao segurarmos o disparador pela metade. Mas, se utilizar a lente numa D3000, D5000 ou uma sucessora D3100 e D5100, ela não realizará o autofoco. Foram lançadas em 1992.
 AF-S Build in Auto Focus Motor – Motor de Auto Foco Incorporado
Lançada em 1996, esta classe de lentes possui motor de autofoco embutido. Além de poder ser utilizado em mais câmaras, possui um sistema de focagem mais rápida e silenciosa que as lentes AF. Por não possuir um anel de abertura mecânico, quando usadas em câmaras mais antigas, actuam sempre na menor abertura.
 AF-D Uma das variações de lentes Nikon auto foco “encaixe F”.
 AF-G Lentes controladas electrónicamente, não apresentam anel de controlo de abertura no tambor. Os ajustes são feitos pelo corpo da câmara, por isso não podem ser usados em câmaras mais antigas.
 D/G Distance Information – Informações de Distância
Estas lentes informam a distância entre a câmara e o que estamos fotografando. Assim, foi possível avanços na fotometria matricial 3D e no sensor do flash, permitindo que o flash fizesse uma iluminação mais correta e equilibrada.
 DX Para corpos de DSLR com factor de corte*
São lentes exclusivamente desenhadas para câmaras digitais SLR da Nikon, tendo em consideração o factor de corte*. Como a área do sensor digital é menor que a de um frame de filme 35mm, parte da luz que entra numa câmara digital que usa lentes tradicionais é “desperdiçada”. As lentes DX são projectadas para a luz enquadrar-se com mais perfeição no sensor da câmara. Por isso, elas não podem ser usadas em câmaras full-frame, que captarão as bordas da lente nas suas fotos. Foi criada para câmaras como D90, D7000, D3100, D5100, D300 etc.
 FX Para corpos padrão 35mm
São lentes projectadas para frames de 35mm, nas câmaras 35mm AF e digitais SLR da Nikon, como D3x, D700, entre outras.
 ED Extra Low Dispersion Glass – Elemento óptico extra de baixa dispersão
Lentes ED têm ganhos de nitidez e reprodução de cores. São elementos de melhor qualidade, encontradas nas lentes mais caras produzidas pela Nikon. Traz os benefícios das lentes feitas a partir de cálcio fluorite, porém, mais resistentes.
 ASF Aspherical Lens Elements – Elementos de lente asféricos
Em lentes comuns, os elementos ópticos são esféricos, causando distorções de ângulos e cores, chamadas “aberrações esféricas”. As lentes asféricas corrigem essas distorções, especialmente em grandes-angulares.
 CRC Close-Range Correction System – Sistema de correcção de Variedade de Foco
Encontrado em lentes olho-de-peixe, grande angular, macro e teleobjectivas média da Nikkor, o CRC promove uma qualidade superior de focagem em distâncias próximas e quando a distância aumenta. Cada grupo de lentes move-se independentemente quando vamos focar, aumentando a performance da focagem, quando vamos alternar entre um foco próximo e outro distante.
 IF Internal Focusing – Focagem interna
As lentes IF fazem a focagem sem alterar o tamanho. O movimento óptico é feito internamente, garantindo uma lente mais leve e compacta, além de realizar um foco mais rápido.
 DC Defocus Control Lens – Lente de Controle de Desfocagem
Com estas lentes, o fotógrafo pode controlar o grau de aberração esférica em primeiro plano ou no plano de fundo. Noutras palavras, pode-se acentuar a área desfocada girando o anel DC da lente. Ideal para destacar a pessoa fotografada em retrato, por exemplo.
 RF Rear Focusing – Focagem traseira
As lentes têm os elementos ópticos divididos em grupos específicos. Nas lentes RF, apenas os elementos traseiros se movem na focagem, aumentando a velocidade da operação de autofoco.
 VR Vibration Reduction – Redutor de Vibração
Diminui o efeito do tremor das câmaras em fotos de baixa velocidade. A lente identifica o tremor do fotógrafo e, através de motores internos, corrige isso, permitindo fotos mais nítidas. É muito útil quando for fotografar em ambientes escuros, já que permite trabalhar com até três velocidades (f/stops) abaixo da recomendada, além de fotos com teleobjectiva, quando o problema fica mais nítido.

 

 

 

 

FD Manual Focus – Focagem Manual
Lentes FD são as lentes de foco manual da Canon. Possuem um sistema de alavancas e pinos mecânicos que transmitem informações de abertura para o corpo da câmara. Mas, por isso, não podem ser usadas directamente em câmaras da linha EOS. Para essas, é preciso um adaptador próprio.
 EF Electro Focus – Focagem Eletrónica
Criado pela Canon em 1987, é um sistema totalmente electrónico de transmissão de informações da lente para o corpo da câmara, desenhados exclusivamente para o sistema EOS.
O sistema trouxe uma série de inovações, como redução de ruídos, maior precisão e rapidez de focagem, controlo electrónico de abertura. Tudo isso e muito mais graças a um microchip localizado na lente, que pode informar se algo não está funcionando. Como só podem ser utilizadas na linha EOS, por terem diâmetro interno de 54mm e externo de 65mm, são identificadas com um ponto vermelho próximo do encaixe do mount.
 EF-S Electro Focus Short Back Focus – Foco Electrónico Curto Posterior
São lentes projectadas para a linha EOS de câmaras digitais equipadas com sensores APS-C*. Essas lentes foram projectadas para sensores menores que o frame de 35mm, por isso, não podem ser utilizadas em câmaras full-frame. Elas são mais compactas, com menos elementos ópticos e possuem uma distância focal posterior mais curta em relação ao posicionamento do sensor APS-C. Elas são identificadas por um ponto quadrado branco localizado próximo ao encaixe do mount.
 EOS Electro-Optical System – Sistema eletro-óptico
Sistema de Câmaras SLR da Canon e seis assessórios lançados em 1987. As lentes dessa linha são controladas electronicamente, sem dispositivos mecânicos para ajuste de foco ou abertura.
 UD Ultra Low-Dispersion Glass – Elemento de Dispersão Ultra Baixo
Têm cristais com um índice de refracção menor que o de cristais comuns, permitindo uma foto com maior fidelidade de cores.
 L São as lentes de topo, feitas com os melhores elementos e mais profissionais da Canon. Seus elementos ópticos são construídos com elementos asféricos, tratamento apocromático e anti-reflexo, e cristais UD, S-UD ou fluorita. Possuem foco e retro foco de última geração, fazendo do foco automático mais rápido. E, mesmo com o autofoco ligado, o fotógrafo pode focar manualmente. Existem duas explicações para o L dessa linha. Uma diz que significa Low-Dispersion (baixa dispersão), outra diz que significa Luxury (Luxo).
 DO Diffractive Optics – Óptica Difractiva
Esta tecnologia permite lentes menores e com maior correcção de aberração cromática, sem comprometer a qualidade da imagem. Os seus elementos ópticos trabalham em conjunto, para diminuir as distorções de imagem. A qualidade é tão boa, que esta linha chega a rivalizar com algumas lentes da série L, sendo mais baratas.
 USM Ultrasonic Motor – Motor Ultra-sónico
Estas lentes trabalham com motores ultra-sónicos, que realizam movimentos induzidos por vibração de alta frequência, para fazer o autofoco. Assim, as lentes focam de forma rápida e praticamente silenciosas ao ouvido humano. As mais caras, chamadas FTM (Full-time Manual), permitem constantemente o foco manual. Já as mais baratas, não suportam este sistema. Geralmente, as lentes USM são da linha L, mas as que não pertencem a essa linha, são identificadas por uma faixa dourada no final do corpo.
 IS Image Stabilization – Estabilizador de Imagem
São lentes que permitem fotografar em velocidades mais baixas, diminuindo o efeito da vibração nas imagens. Estabilizam a imagem a partir de sensores que identificam o tremor e movem pequenos motores, para deslocar a projecção da imagem, compensando a vibração. Permitem fotos sem tremor até 3 f/stops abaixo da velocidade recomendada.
 TS-E Tilt Shift Lens
Já tentou fotografar um prédio com uma grande angular e ele aparece “torto” nas bordas? As lentes TS-E corrigem justamente essa distorção. Com estas lentes, o fotógrafo controla em que ângulo vão estar os planos que limitam a profundidade de campo.
STM AF suave e silenciosa, focagem STM para filmes
A focagem automática rápida e precisa garante imagens com nitidez total, mesmo em condições difíceis. O AF Movie Servo com STM utiliza a tecnologia de motor passo a passo para uma focagem suave e silenciosa durante a gravação de vídeo em câmaras DSLR da Canon compatíveis.
MP-E É a primeira objectiva exclusiva para macrofotografia concebida para atingir uma elevada ampliação superior a 1x sem acessórios adicionais.
SF Soft Focus - Focagem Suave
Produza fotografias extremamente nítidas e com uma focagem suave sem que estas fiquem desfocadas

 

 

 

 ASP Aspherical Lenses – Lentes Asféricas
AS lentes asféricas permitem uma performance melhorada, tendo menos elementos ópticos no seu interior. Isto resulta numa maior qualidade de imagem e uma lente mais compacta. Elas são óptimas, pois diminuem problemas comuns a grandes-angulares e zooms, como flares e distorções nas bordas.
 APO Apochromatic lenses – Lentes apocromáticas
Estas lentes são construídas com um cristal óptico SLD (Special Low Dispersion – Baixa Dispersão Especial), que reduz a distorção de cores nos elementos fotografados, aumentando a fidelidade e qualidade das imagens. Os cristais comuns costumam alterar o comprimento de onda das luzes que são registadas pela câmara.
 OS Optical Stabilizer – Estabilizador Óptico
Este sistema possui um mecanismo que compensa a vibração da câmara quando o fotógrafo a segura, reduzindo os riscos de fotos tremidas. Dois pequenos sensores dentro da lente identificam essa vibração e a compensam. O sistema OS pode compensar de 2 a 3 f/stops abaixo da velocidade recomendada.
 EX Excelence Lens – Lentes de Excelência
São lentes de melhor qualidade óptica e melhor acabamento externo, sendo mais resistentes e robustas. São a linha mais profissional da marca.
 HSM Hyper-Sonic Motor – Motor Hipersónico
Lentes recomendadas para corpos Nikon que não possuem motor de focagem embutido. Utiliza um motor de ondas hipersónicas para focagem automática, fazendo do processo mais rápido e silencioso.
 RF Rear Focus – Focagem Traseira
As lentes RF estão equipadas com um sistema que move o grupo traseiro de lentes para um foco rápido e silencioso. Nas focagens tradicionais, todo o conjunto de lentes, ou só o primeiro conjunto se movem, alterando o comprimento da lente. No sistema traseiro, o tambor da lente mantem o mesmo tamanho. Este sistema melhora bastante a capacidade de close-ups em lentes macro, além de realçar o efeito flutuante em grandes-angulares.
 DG DG lens for Digital/Analogue – Lentes para Digital/Analógico
São lentes desenvolvidas para câmaras digitais, mas podendo ser utilizadas em tradicionais. Corrige distorções e aberrações das fotos, que ficam muito evidentes em câmaras digitais. Estas lentes eliminam flares e fantasmas, além de minimizar bastante a vinhetagem.
 DC DG lens for Digital – Lentes DG para Digital
As lentes DC foram feitas para se ajustarem aos sensores APS-C das câmaras digitais com factor de corte*. Não podem ser usadas em câmaras 35mm analógicas ou Full-Frame.
 FS Floating System – Sistema Flutuante
O sistema flutuante controla o foco movendo os diferentes grupos de lente em posições diferenciadas, diminuindo a distância do telescoping e a flutuação da aberração em diversas distâncias de disparo. Por ser bastante eficiente em lentes macro e grandes-angulares, este sistema é encontrado nas lentes macro 50mm F2.8 EX DG e na grande-angular 28mm F1.8 EX DG Aspherical macro.
 DF Dual Focus – Foco de duas formas
Este sistema permite a manipulação fácil e exacta da lente e a correcção do foco automático de forma manual. Ele desliga a ligação entre o mecanismo de focagem interno e o anel de focagem externo, quando o anel está na posição AF.
 DL Deluxe – De Luxo
Lentes com acabamento especial.
 UC Ultra Compact – Ultracompacta
Lentes leves e pequenas, que facilitam o transporte e manuseamento.
 DN Digital Neo
Objectivas de alta performance, desenvolvidas exclusivamente para câmaras mirrorless de objectivas intermutáveis.

 

 

 

ED Extra-Low Dispersion Glass – Vidro extra de baixa dispersão
Todas as lentes Olympus, excepto as Crummiest, possuem o ED. É um dos elementos de maior qualidade, e mais caros, de uma lente, uma vez que reduz a aberração cromática, mantendo as cores mais fiéis.
Super ED Super Extra-Low Dispersion Glas – Super vidro extra de baixa dispersão
A Olympus não dá detalhes desta tecnologia, mas é uma versão mais nova e eficaz da ED, distorcendo ainda menos as cores das fotografias.
SWD Supersonic Wave Drive – Motor de Onda Supersónica
As lentes SWD possuem um motor que contribuiu para tornar o autofoco mais rápido e silencioso. Funciona como o USM da Canon ou AF-S da Nikon.
OM Manual focus – Focagem manual
São as lentes do sistema de filme 35mm da Olympus, manuais. Só funcionam em corpos modernos através de adaptador.

 

 

 

DA Lentes projectadas exclusivamente para as câmaras digitais. Nelas, o fotógrafo muda de focagem automática para manual rodando o anel de foco.
FA Série de lentes de autofoco compatíveis com sistema de filme 35mm e com corpos de câmaras digitais.
FA-J Linha de lentes de autofoco mais baratas, sem anel de abertura. A abertura destas lentes só é controlada electronicamente.
A Antigas lentes da Pentax de foco manual
AL Lente mais leve e compacta, tem menos elementos ópticos no seu interior, distorcendo menos as bordas.
SP Super Protect – Super Protecção
Lentes SP possuem um elemento extra de protecção na sua superfície, que repele poeira, água e gordura. Assim, fica mais fácil limpar a lente.
ED Extra-Low Dispersion – Elementos Extra de baixa dispersão
Elementos mais caros, mas que permitem que a lente tenha uma menor dispersão de cores nas fotos.
IF Internal Focusing – Foco Interno
A lente não muda o seu tamanho durante a focagem. O foco é realizado através da movimentação dos elementos internos da lente.
SDM Supersonic Drive Motor – Comando de Motor Supersónico
A focagem automática trabalha de forma mais rápida, facilitando a comutação entre os focos manual e automático. É o equivalente da Pentax para as lentes USM da Canon.
DR Dust Removal – Remoção de poeira
O sensor CDD da câmara treme, para que a poeira e as partículas de sujeira não fiquem na sua superfície.

 

 

 

MF Manual Focus – Foco Manual
Lentes antigas da Minolta, com apenas foco manual. Para operar nos corpos Sony Alpha, precisam de adaptadores.
MD Minimum Diaphragm – Diafragma Mínimo
Estas lentes têm uma aba para indicar a sua abertura mínima.
ED Extra-Low Dispersion Glass – Elemento Óptico de baixa dispersão
Cristal especial com baixa dispersão de cor, aumentando a qualidade das fotos.
IF Internal Focusing- Focagem Interna
O foco é realizado dentro da lente, sem alterar o comprimento do seu tambor.
SSM Supersonic Wave Drive – Motor de Onda Supersónica
Semelhante ao USM da Canon ou AF-S da Nikon, as lentes SSM têm um motor que realiza o autofoco.
ADI Advanced Distance Integration – Integração de Distância Avançada
O sistema ADI está presente desde a Alpha A100, realizando a medição integrada para flashs. Essa medição é mais avançada que a TTL, realizada pelas lentes, determinando a potência do flash sem a necessidade de um pré-flash para medir a exposição apropriada.
DT Lentes Sony projectadas para cobrir a superfície APS-C*, por isso não podem ser usadas em câmaras full-frame ou de filme 35mm. Elas têm a vantagem de ser mais compactas e leves.
G Golden – Douradas
Lentes de maior qualidade para câmaras Sony Minolta, sendo comparáveis às lente L da Canon. São as mais resistentes, com maiores aberturas e elementos de baixa dispersão de luz, realizando fotos mais fiéis às cores e formas.
T Treatment – Tratamento
Revestimento anti-reflectivo desenvolvido pela Carl Zeiss nos anos 1970. Ela permite uma maior transmissão de luz, reduzindo reflexões dentro da objectiva. Todas as lentes de SLR Digitais possuem revestimentos semelhantes
APO Apochromatic Treatment – Tratamento apocromático
Tecnologia apocromática das lentes Sony, reduzindo a distorção de cores nas imagens.
HS High Speed – Alta Velocidade
Presente em algumas lentes G, que realizam a focagem mais rapidamente, mesmo não tendo o motor piezoelétrico, das SSM.

 

 

 

 AF Auto Focus – Foco Automático
A lente da câmara realiza a focagem automaticamente, quando o fotógrafo pressiona o disparador até metade.
 AF-II Auto Focus II– Foco Automático com motor (Nikon)
A lente da câmara tem motor de auto-focagem incorporado, e realiza a focagem automaticamente quando o fotógrafo pressiona o disparador até metade.
 SP High-Performance Specifications – Especificações de alta performance
Tira fotos com melhor correcção de cores e maior nitidez. São similares às lentes ED da Nikon e EX da Sigma.
 DI Digitally Integrated Design – Desenho Integrado para Digitais
Lentes adaptadas para SLRs digitais, melhorando a distribuição de luz no sensor ou fotograma. Podem ser usadas em corpos 35mm e full-frame.
 DI-II Digitally Integrated Design II – Desenho Integrado para Digitais II
São lentes desenvolvidas exclusivamente para SLR digitais, não podendo ser usadas em câmaras Full Frame ou de filme 35mm, por causa do factor de corte*.
 DI-III Digitally Integrated Design II – Desenho Integrado para Digitais III
São lentes desenvolvidas exclusivamente para câmaras sem espelho com objectivas intercambiáveis, não podendo ser utilizadas em SLR digitais, com caixa de espelho, nem em SLR analógicas.
 IF Internal Focusing – Focagem Interna
Estas lentes realizam a focagem sem precisar alterar o seu tamanho. Permite uma lente mais leve e compacta, uma vez que o foco é realizado pela movimentação dos elementos ópticos dentro do tambor.
 ASL Aspherical – Asférico
Lentes asféricas têm menor distorção nas bordas da lente e melhor compensação das aberrações asféricas. Além disso, tem menos elementos dentro do tambor deixando a lente mais leve.
 LD Low Dispersion – Baixa Dispersão
Garante melhor qualidade da imagem, diminuindo a falta de nitidez, especialmente em focagens próximas nas teleobjectivas e lentes com design convencional.
 LD Hybrid Aspherical LD-Hybrid Aspherical – Baixa Dispersão Híbrida Asférica
Possui a mesma tecnologia das lentes LD, mas são usadas em lentes com range (variação de comprimento) e abertura grande, deixando-as mais leves e compactas. Pode ser encontrada na AF28-105mm f2.8.
 AD Anomalous Dispersion – Dispersão Anómala
As lentes possuem um tratamento especial que diminui a distorção das cores captadas pelas bordas da lente. Funciona especialmente em grandes-angulares e lentes de ângulos convencionais.
 AD Hybrid Aspherical AD-Hybrid Aspherical – Dispersão Anómala Híbrida Asférica
Lentes com as mesmas tecnologias da AD, mas empregada em lentes com ranges grandes, deixando-as mais leves e menores. Por exemplo, a lente AF 28-300mm.
 XR Extra Refractive Index Glass – Vidro de Índice Extra Refractivo
Além de deixar as lentes mais leves e compactas, reduz diversas aberrações para o mínimo possível. Ela melhora a performance da imagem ao mesmo tempo que diminui a quantidade de elementos dentro do tambor da lente.
 VC Vibration Compensation – Compensação de Vibração
Funciona como o VR da Nikon ou IS da Canon. Sensores identificam o tremor na lente no momento do disparo e pequenos motores estabilizam a imagem, aumentando a nitidez em fotos de baixa velocidade.
 BIM Built-In Motor for Nikon Cameras – Com motor para Câmaras Nikon
Equivalentes às lentes AF-S da Nikon ou HSM da Sigma, com um motor interno de autofoco. Podem ser usadas em câmaras sem motor de autofoco, como D40, D40X, D60, D3000, D3100, D5000, D5100, entre outras.
 FEC Filter Effect Control – Controlo de Efeito de Filtro
É um acessório nas lentes Tamrom que é encaixado na objectiva, permitindo o uso de filtros de efeitos. Muito útil para filtros degradês, cross-screen e multi-imagem, entre outros.
 ZL Zoom-Lock Mechanism – Fecho de Zoom
Fecho que evita que o tambor da lente deslize para frente, quando é transportada na câmara.
 A/M AF/MF Switchover Mechanism – Mecanismo de Mudança de AF/MF
Lentes equipadas com um mecanismo de troca de foco automático para manual, com apenas um toque num botão, semelhante às lentes da Nikon e Canon.
PZD PIEZO Drive
Os motores ultra-sónicos são divididos em duas categorias, dependendo de como é gerada a energia que move a unidade. Existem motores “traveling wave” e motores “standing wave”. Os motores “traveling wave” incluem o motor ultra-sónico usado na lente recentemente lançada 70-300mm F/4-5. 6 VC USD.  Na 18-270 mm F/3.5-6.3 Di II PZD foi empregada uma tecnologia mais recente, o PZD (PIEZO drive), que funciona em conformidade com o princípio “standing wave”. Um motor ultra-sónico “standing wave” utiliza a tensão de alta frequência para ampliar e girar o elemento “piezoceramic”, movendo assim todo o elemento com um movimento “standing wave”.

 

 

 

AS Aspherical Optics – Óptica Asférica
No seu design óptico, a lente oferece elementos asféricos, que eliminam anomalias e outras distorções na imagem.
 F&R Front & Rear Aspherical – Frente e Traseira Asférica
O elemento Asférico frontal possui 50mm e o traseiro, tem 20mm, melhorando a luminosidade das bordas e corrigindo aberrações esféricas
 SD Super Low Dispersion – Dispersão Super Baixa
As lentes Tokina SD possuem elementos especiais diminuindo as distorções de cor nas fotos.
 HLD High-refraction, Low Dispersion – Alta Refracção, Baixa Dispersão
Lentes grande angulares e zoom com maior qualidade dos elementos ópticos. Possuem alta refracção e baixa dispersão de luz em seus elementos.
 MC Multi-Coating – Multi-Revestimento
Tecnologia desenvolvida pela Tokina que reveste os elementos ópticos, garantindo menos reflexão nas lentes, diminuindo o efeito do Flare.
 FE Floating Element System – Sistema Flutuante de Elementos
Todos os pontos entre a distância mínima de foco e o infinito operam rapidamente, corrigindo o astigmatismo na lente.
 IF Internal Focus System – Sistema de Foco Interno
Os elementos ópticos movem-se dentro da lente, sem alterar o seu tamanho. Isto aumenta a velocidade da focagem, altera menos o centro de gravidade e garante lentes menores.
 IRF Internal Rear Focus System – Sistema de Foco Traseiro Interno
Aumenta o proveito do foco em lentes teleobjectivas com mais de 300mm movendo apenas os elementos traseiros da lente, na hora da focagem.
 FC Focus Clutch Mechanism – Mecanismo de aperto de foco
Permite que o fotógrafo faça a focagem manual, mesmo quando a função de autofoco da lente está activada. O anel de focagem fica livre.
 One Touch FC One Touch Focus Clutch Mechanism – Mecanismo de aperto de foco com um toque
Com apenas um toque, o fotógrafo pode mudar da função de autofoco para foco manual.

 

 

 

MC Multi Coated
Multi-coated, ou múltipla camada, indica que as lentes estão cobertas com várias camadas de acabamentos anti-reflectivos para prevenir ou reduzir reflexos de luz no interior da objectiva.
UMC Ultra Multi Coated
Esta abreviação indica que a lente ou filtro foi coberto com várias camadas de acabamentos anti-reflectivos para minimizar reflexos de luz e aumentar o constraste de imagem.
IF Internal Focusing
Indica que o sistema de focagem é interno, o que significa que a parte frontal da objectiva (onde se coloca os filtros) é fixa, evitando o movimento ou rotação dos mesmos.
ED Objectivas que contenham elementos feitos com lentes ED ajudam a suprimir a aberração cromática
ASPHERICAL, AS, Asph As objectivas com elementos asféricos são frequentemente utilizados em grande-angulares para reduzir a aberração esférica, onde a imagem pode aparecer distorcida ou desfocada em vários pontos da imagem.
CS Crop Sensor - sensor crop*
Este acrónimo significa que a objectiva foi desenhada para ser utilizada exclusivamente com máquinas com sensores APS-C, causando bastante vinhetagem em sensores Full-Frame.
T T-Stop, Transmissão Stop
Um T-Stop é um f-Stop ajustado para ter em conta a eficiência de transmissão de luz de uma objectiva. Por outras palavras, o T-Stop é a medição de luz que chega ao sensor, independentemente da objectiva utilizada. Assim é possível utilizar uma 14mm e uma 85mm sem ser necessário fazer ajustes na abertura da lente, bastando colocar o T-Stop da última lente para que a luz que chega ao sensor seja a mesma, evitando assim diferenças de iluminação na edição.
VDSLR Vídeo DSLR
As objectivas VDSLR foram desenhadas para vídeo. Incluem rodas dentadas para follow-focus, anéis de focagem e abertura contínua e silenciosa, para que o utilizador possa mudar a focagem e abertura enquanto filma em completo silêncio.

 

*Factor de Corte - A expressão “Factor de Corte” vem do tamanho do Sensor. Existem diversos tamanhos de sensor e o tamanho padrão é de 35mm. Câmaras com sensor desse tamanho são conhecidas como “Full-Frame”, as câmaras com um sensor menor são conhecidas por terem “factor de corte” (crop factor).
ex: O sensor full-frame é 1.6x maior que o sensor APS-C da Canon