A primeira novidade prende-se, assim, com a sucessora de uma das câmaras mais populares da Canon. O que traz então de novo esta 80D? Desde logo, um sensor com 24.2 Mp e um processador mais avançado, Digic 6, juntamente com uma sensibilidade Iso 100-16000 (12800 em vídeo), ambos expansíveis até 25600, o que, de acordo com a marca, garante excelente qualidade e comportamento em situações de pouca luminosidade.

A focagem também foi aperfeiçoada, sendo de esperar rapidez e precisão, com a tecnologia Dual Pixel, e agora com 45 pontos de focagem, todos cruzados. Já o viewfinder garante aproximadamente 100% de cobertura da cena, enquanto na questão da interactividade, ao Wi-Fi, junta-se agora a tecnologia NFC.

Sendo a 70D uma das câmaras mais utilizadas pelos vídeografos DSLR, também a 80D continua a apostar forte nesta vertente: Full HD a 60fps (em vez dos 30fps), vídeo HDR, Timelapse, entrada para Microfone e Headphones e 5 filtros criativos para vídeo.

A Canon EOS 80D chega ao mercado já no próximo mês, mas pode fazer já a sua pré-reserva aqui.


- Canon USA: Introdução - Clique aqui

- Especificações: Clique aqui

- Dp Review: Clique aqui

- Vídeos: Clique aqui e aqui

Canon EOS 80D & PowerShot G7X Mk II: First Look   











PZ-E1:  Zoom suave de alta qualidade na gravação de vídeo

Simultaneamente com a 80D, a Canon anunciou dois novos produtos direccionados principalmente para a área do vídeo DSLR. Trata-se de uma nova versão da objectiva 18-135mm F/3,5-5.6 IS USM, neste caso, a primeira da marca equipada com a mais recente tecnologia denominada Nano USM, um novo tipo de motor de focagem que, de acordo com a Canon, assegura a rapidez e precisão do Motor USM (Ultrasonic Motor) e a fluidez e suavidade do motor STM (Stepping Motor). 

As objectivas que utilizarem esta nova tecnologia serão compatíveis com outro novo acessório que a marca anunciou, o Power Zoom Adapter PZ-E1. Compacto e portátil, este acessório permite controlar a distância focal destas objectivas,  inclusive, remotamente, através de Wi-Fi (com a app Canon Camera Connect), podendo ser ajustado em 10 níveis de velocidade, para um controlo optimizado consoante as necessidades. O que equivale a dizer que um dos calcanhares de Aquiles de todos os videografos DSLR passa a estar resolvido, pois o PZ-E1 vai garantir um zoom suave e fluído de alta qualidade durante a gravação de vídeo.


- Nano USM vs STM - clique aqui


Pré-reserva:

18-135mm F/3,5-5.6 IS USM

Canon PZ-E1 Power Zoom Adapter










Canon G7X Mark II: O poder do Digic 7 / SX720 HS - Versatilidade e qualidade com 40x zoom óptico

É, sem dúvida, a “câmara de bolso dos profissionais”. O modelo G7X da Canon foi renovado, mantendo todas as características de nível profissional tão apreciadas, mas juntando-lhe, agora, o mais recente e poderoso processador da marca, Digic 7 (aliás, é a primeira câmara a utilizá-lo). De facto, a G7X quase que dispensa apresentações. Tamanho pequeno e portátil, sensor de grandes dimensões (1”) com resolução de 20 Mp, objectiva luminosa de abertura F/1,8-2,8, com 9 lâminas, Iso até 12800, (expansível até 25600), Estabilização de 5 eixos, Lcd táctil e inclinável, disparo rápido de 8 fps, Raw de 14 bits, vídeos Full HD a 60fps, Wi-fi e NFC...da G7X Mark II só se espera qualidade profissional, com detalhe e recorte ao nível de uma DSLR.

Também a gama Powershot tem uma nova adição, com o modelo SX720 HS. De pequenas dimensões, com um zoom óptico fantástico de 40x (equivalente a uma 24-960mm, a 35mm), trata-se de uma excelente opção para quem procura uma câmara para viajar, portátil mas versátil, para que esteja sempre pronto a registar qualquer momento. De resto, de destacar um sensor com 20Mp, processador Digic 6, Estabilização de 5 eixos, vídeo Full HD a 60fps, disparo contínuo de sensivelmente 6 fps, Wi-fi e NFC.

A Canon G7X Mark II deverá começar a ser comercializada em Maio, enquanto a Powershot SX720 HS chega mais cedo, já no próximo mês de Março.

Pré-reserva:

Canon G7X Mark II