O fotógrafo, considerado o português mais premiado na área da vida selvagem, foi distinguido com a fotografia "50 Tons of Me". A imagem retrata um dos cavalos-marinhos que habitam as águas da Ria Formosa, no Algarve, conhecida por ser a maior reserva mundial de duas espécies de cavalos-marinhos do Mediterrâneo e do Atlântico.

"Passei 10 dias a mergulhar nesta reserva natural para a National Geographic Portugal no âmbito de um projeto pioneiro entre a Universidade do Algarve e o 'Project Seahorse', que tem reproduzido cavalos-marinhos em cativeiro", conta Nuno Sá, citado pelo site oficial do concurso.

O objetivo da iniciativa é "reduzir a caça aos cavalos-marinhos selvagens e repovoar as áreas onde as populações destes animais diminuíram ou se extinguiram devido à pesca", esclarece o fotógrafo, que acrescenta que "mais de 50 toneladas de cavalos-marinhos são capturados anualmente para fins decorativos e para uso na medicina tradicional oriental".

Clique AQUI para conhecer todos os vencedores (em inglês) e AQUI para saber mais sobre o trabalho do fotógrafo português e da Atlantic Ridge Productions.

Ler a noticia completa

Fonte: http://boasnoticias.pt